Greve em instituições federais de ensino superior paralisa 49 unidades; professores programam ato em Brasília

Greve: Federal de Pernambuco permanece sem aula por tempo indeterminadoA greve dos professores de instituições federais de ensino superior, iniciada no dia 17 de maio, já conta com a adesão de docentes de 46 universidades, dois institutos e um centro tecnológico. O balanço é do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes).

Docentes de todo o país prometem se reunir, nesta terça-feira, para uma marcha na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A expetativa do sindicato é que cerca de 20.000 pessoas participem da manifestação, incluindo docentes e demais servidores federais, que votam, em plenária, paralisação em outros setores.

Entre as reivindicações dos docentes está a reestruturação de um plano de carreira, que teria sido prometido pelo governo federal para março deste ano, com redução de níveis de remuneração (de 17 para 13), variação de 5% entre os níveis e um salário mínimo de 2.329,35 reais referente a 20 horas semanais (atualmente, esse valor é de 1.597,92 reais). Os professores pedem também melhores condições de trabalho e infraestrutura.

Na segunda-feira, estava prevista uma reunião com o governo para discutir as reivindicações, mas o encontro foi cancelado. A assessoria do Ministério do Planejamento diz que o encontro foi desmarcado porque o governo reavalia como tratará a questão.

O vice-presidente do Andes, Luiz Henrique Schuch, disse que o objetivo dos professores é que a negociação ocorra o mais rápido possível. “Queremos o agendamento de reuniões com urgência para buscarmos uma solução para o impasse”, diz.

Confira a lista completa das universidades e institutos que estão total ou parcialmente paralisados:

Região Norte
– Universidade Federal do Amazonas
– Universidade Federal de Rondônia
– Universidade Federal de Roraima
– Universidade Federal Rural do Amazonas
– Universidade Federal do Pará
– Universidade Federal do Oeste do Pará
– Universidade Federal do Amapá
– Universidade Federal do Acre
– Universidade Federal do Tocantins

Região Nordeste
– Universidade Federal do Maranhão
– Universidade Federal do Piauí
– Instituto Federal do Piauí
– Universidade Federal do Semi-Árido
– Universidade Federal da Paraíba
– Universidade Federal de Campina Grande
– Universidade Federal Rural de Pernambuco
– Universidade Federal de Alagoas
– Universidade Federal de Sergipe
– Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
– Universidade Federal da Bahia
– Universidade Federal do Vale do São Francisco
– Universidade Federal de Pernambuco

Região Sul
– Universidade Federal do Paraná
– Universidade Federal Tecnológica do Paraná
– Universidade Federal do Rio Grande
– Universidade Federal do Pampa
– Universidade Federal de Santa Maria
– Universidade Federal da Integração Latino Americana

Região Sudeste
– Universidade Federal do Triângulo Mineiro
– Universidade Federal de Uberlândia
– Universidade Federal de Viçosa
– Universidade Federal de Lavras
– Universidade Federal de Ouro Preto
– Universidade Federal de São João Del Rey
– Universidade Federal de Juiz de Fora
– Universidade Federal de Alfenas
– Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
– Centro Federal de Educação Tecnológica de MG
– Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais
– Universidade Federal do Espírito Santo
– Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
– Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
– Universidade Federal Fluminense
– Universidade Federal do Rio de Janeiro
– Universidade Federal de São Paulo

Região Centro-Oeste
– Universidade Federal do Mato Grosso
– Universidade Federal de Goiás
– Universidade de Brasília
– Universidade Federal da Grande Dourados

Fonte: Veja.com

Blog do Banana

Deixe seu comentário