Humberto é sorteado para relatar processo contra Demóstenes

O senador Humberto Costa (PT-PE) foi sorteado nesta quinta-feira (12) pelos colegas de Senado o relator do processo por quebra de decoro parlamentar do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). Antes de ser escolhido, o pernambucano assistiu a cinco desistências de outros senadores que abriram mão da missão.

O primeiro sorteado foi o peemedebista Lobão Filho, do Pará, mas não teve o convite cancelado pelo alagoano Renan Calheiros, já que não estava presente no Conselho de Ética da casa. O segundo foi Gim Argello (PTB-DF), mas disse que não poderia assumir a relatoria por “questões de foro íntimo”. O terceiro foi Ciro Nogueira (PP-PI), que também sem estar presente no conselho. Ele chegou a ser proclamado relator, mas mobilizou assessores até conseguir falar por telefone com Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), presidente do conselho, que interrompeu a sessão para conversar com o colega.

Na quarta tentativa, o nome sorteado foi Romero Jucá (PMDB-RN), que também recusou. Na quinta vez, saiu o nome de Renan Calheiros, que alegou “foro íntimo” para não aceitar. Até que enfim chegou-se ao nome de Humberto Costa, que terá a missão de elaborar relatório recomendando a absolvição ou a aplicação de penalidades a Demóstenes, que vão de advertência à perda do mandato.

Demóstenes responde a processo por quebra de decoro parlamentar por ter sido acusado de manter ligações com o empresário Carlos Cachoeira, suspeito de comandar um esquema de exploração de jogos ilegais no país.

Fonte: Folha-PE

Blog do Banana

Deixe seu comentário