Jumentos demais, deputados de menos

imagemA situação das rodovias estaduais em Pernambuco é deprimente e vergonhosa. Mais que isso, o abandono retrata o descompromisso do governo do PSB com o desenvolvimento do sertão e com a redução das desigualdades no Estado. Um exemplo isolado, entre muitos que podemos relatar, é o trecho que liga as cidades de Santa Cruz da Venerada a Ouricui. Nenhuma placa de sinalização indica as curvas sinuosas na estrada ou, sequer, adverte para redução de velocidade. Acostamentos tomados por mato impedem os motoristas de fazer paradas seguras. Risco de morte para famílias inteiras, diariamente, nestes trechos que mais parecem cenários de guerra. A sinalização horizontal também apresenta desgaste e há muito tempo deveria ter sido revitalizada. Jumentos soltos pela estrada ou mortos ao longo do caminho completam o cenário de horror.

E o mais deplorável: no Trevo de Jutaí, a operação permanente da Polícia Militar mais parece invasão do MST ou acampamento de rebeldes na Síria. Homens sem nenhuma estrutura para proteger o cidadão, sem equipamentos de inteligência para um trabalho eficaz e seguro e dispondo apenas de um resto de obra para abrigar seus colegas de turno.

Aí vem a pergunta: com todos os deputados estaduais e federais do sertão alinhados com o Governador Eduardo Campos, como nossas rodovias estaduais podem chegar a esta situação de miséria e precariedade? A maquiagem no acesso ao distrito de Lagoas, entre Jutaí e Santa Cruz da Venerada, é a verdadeira prova de que o governo Eduardo Campos mantém sua autoglorificação baseada apenas em placas de publicidade e campanhas cinematográficas na TV. Os afobados Fernandinho Filho e Gonzaga Patriota mantém suas residências no litoral e estão se lixando para o problema – querem mais é garantir a reeleição e continuar gozando de suas regalias em Brasília.

Blog do Banana

Deixe seu comentário