Liberado dinheiro para ajudar os pequenos agricultores atingidos pela seca

Para enfrentar a pior seca dos últimos 30 anos que atinge 3 milhões de pessoas no semiárido, os pequenos agricultores do Nordeste e do norte de Minas Gerais receberão auxílio de R$ 400 para amenizar os efeitos da forte estiagem que atinge a região. O benefício será pago em cinco parcelas de R$ 80 aos inscritos no Cadastro Único para programas sociais do governo federal. A operação será feita via cartão do Bolsa Família, programa de transferência de renda coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O total dos recursos é de R$ 200 milhões.

Para receber o recurso, chamado de Bolsa Estiagem, o agricultor familiar não pode ter aderido ao Garantia-Safra, benefício de R$ 680 contra perda de safra por motivo de seca ou excesso de chuvas administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Outra iniciativa para enfrentar a estiagem é a destinação de quase R$ 800 milhões do Programa Água para Todos, que integra o Plano Brasil Sem Miséria, para a construção de aproximadamente 200 mil cisternas para armazenamento de água para consumo humano até o final de 2012. Desse total, mais de 18 mil já foram entregues.

No início deste mês, o MDS liberou para a Bahia 5 mil cestas de alimentos para distribuição às vítimas da estiagem no estado, além de 2 mil toneladas de feijão, mil de arroz e 1 milhão de litros de suco de laranja. Os produtos, encaminhados aos municípios do semiárido baiano, próximos à cidade de Senhor do Bonfim, distante 376km de Salvador, eram provenientes do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo ministério.

Fonte: Diário da Região

Blog do Banana

Deixe seu comentário