Náutico e Sport fazem clássico decisivo nos Aflitos

Em um confronto com mais de 100 anos de história, a rivalidade entre Náutico e Sport já é motivo suficiente para tornar interessante qualquer duelo envolvendo as equipes. Para mais um Clássico dos Clássicos, às 16h, nos Aflitos, está em jogo os primeiros 90 minutos da semifinal do Campeonato Pernambucano Coca-Cola, cujo jogo de volta será na Ilha do Retiro, no próximo domingo. Como o Leão joga com a vantagem de poder se classificar à final com um resultado de empate nos placares agregados, o Timbu espera vencer bem, de preferência com uma boa margem de gols para tentar segurar os adversários no retorno.

A seu favor, os alvirrubros têm o fato da troca recente de treinador. Com a chegada do técnico Alexandre Gallo na última quinta-feira, o fator “surpresa” do novo comandante – que só teve três dias de preparação – será a principal arma do clube da Rosa e Silva.

Apesar disso, os timbus foram os únicos entre os quatro clubes que se classificaram para as semifinais que não conseguiram vencer um clássico na primeira fase do Estadual. Sobre o assunto, disseram que, agora, o passado não importa. “Começou um novo campeonato pra gente. O que passou, passou. Não vai prevalecer o que aconteceu nos jogos passados. Quem errar menos irá vencer”, disse o lateral-esquerdo Jefferson.

O jogador poderá retornar ao time titular, assim como o lateral-direito Marquinho e o volante Souza, vice-artilheiro do time, com 7 gols. Já o meia Eduardo Ramos se desligou do clube na última sexta-feira.

O Sport, por seu lado, esqueceu o bom retrospecto nos quatro clássicos. Afinal, venceu três e empatou um. No primeiro bateu o próprio rival por 4×3, na Ilha, e ficou no 0x0, nos Aflitos. Ao mesmo tempo, os rubro-negros não colocam como favoritismo o fato de terem encerrado a primeira fase na primeira colocação. “Tivemos méritos pela posição, mas vamos para outro campeonato. Jogo de mata-mata nunca tem favorito, principalmente em um clássico. O que temos de fazer é segurar o Náutico e tentar conseguir um bom resultado”, disse o volante Hamilton.

O técnico Mazola Júnior não antecipou a escalação. Ele poderá até optar por três volantes: Hamilton, Rivaldo e Marquinhos Paraná. Nesse caso, escalaria apenas Jael como atacante de origem e adiantaria o meia Marcelinho Paraíba. Também pode mudar na lateral esquerda colocando Julinho na vaga de Renê. Uma coisa é certa: o treinador não vai abrir mão dos três zagueiros Bruno Aguiar, Tobi e Edcarlos.

Náutico: Gideão; Marquinho, Marlon, Ronaldo Alves e Jefferson; Elicarlos, Derley, Souza e Ramon; Siloé e Rodrigo Tiuí. Técnico: Alexandre Gallo

Sport: Magrão; Bruno Aguiar, Tobi e Edcarlos; Moacir, Hamilton, Marquinhos Paraná, Marcelinho Paraíba e Renê (Julinho); Jheimy (Rivaldo) e Jael. Técnico: Mazola Júnior

Local: Aflitos. Horário: 16h. Árbitro: Ricardo Tavares. Assistentes: Pedro Wanderley e Clóvis Amaral. Assistentes adicionais: Giorgio Wilton e Anderson Freitas. Ingressos: R$ 25 (arq. lateral e estudante), R$ 50 (arq. frontal), R$ 60 (cadeira para sócio) e R$ 100 (cadeira para não sócio).

Fonte: Jornal do Commercio

Blog do Banana

Deixe seu comentário