No Dia Mundial do Teatro o ator Edvaldo Franciolli recebe o título de Cidadão Petrolinense

Há 51 anos, Jean Cocteau proferia a mensagem que inaugurava as celebrações do primeiro Dia Mundial do Teatro, criado pelo Instituto Internacional de Teatro da Unesco. Desde então que, a 27 de Março, se homenageia, um pouco por todo o mundo, as artes do espetáculo, também junto do seu objeto: a festa faz-se nos palcos e representa-se um pouco por todo o país.

Numa indicação da presidenta da Câmara de Vereadores de Petrolina Maria Elena Alencar e aprovado por unanimidade pelos outros vereadores, o artista, jornalista e turismólogo Edvaldo Franciolli estará recebendo o título de Cidadão Petrolinense hoje, dia 27 de março, às 19h30, data em que o mundo inteiro comemora o Dia Mundial do Teatro.

Edvaldo Franciolli é juazeirense filho da costureira d. Dina e do funcionário da Rede Ferroviário o conhecido Tatá da Leste (in Memorian), nascido no bairro de Piranga e ao longo de sua vida sempre se dedicou ao teatro. Quando criança ainda juntamente com amigos criava palcos improvisados no quintal das casas do bairro e encenavam os famosos dramas circenses. Ao entrar no curso ginasial no Colégio Lomanto Junior em Juazeiro, Franciolli encenava sua primeira peça teatro no Cine Teatro São Francisco de autoria de Stella Leonards. O Caso dos Pirilampos e desde então não parou, fez o primeiro ano do curso cientifico no Colégio Dr. Edson Ribeiro e em seguida os dois últimos anos o curso de análise química no Colégio Dom Bosco em Petrolina onde desde então começara a contribuir com a cultura petrolinense sendo o primeiro bailarino a dançar o clássico Danúbio Azul quando o Colégio completava 50 anos e também a inauguração do estádio da Associação Rural de Futebol hoje Estádio Paulo Coelho. Ao terminar o curso no Colégio Dom Bosco seguiu para são Paulo onde estudou na escola de Artes Cênicas-EAD /USP e foi na capital paulista que se profissionalizou como ator no ano de 1980 com o espetáculo premiado ENCANTADO ao lado do ator Roberto Trujilllo e depois com a peça Avatar pela Cia de Teatro Diagnóstico de Artes de São Paulo reinaugurando, portanto o teatro Taib na rua três rios. Franciolli fez televisão trabalhando na TV Bandeirantes no Programa Boa Noite Brasil de Flávio Cavalcanti, teve participação na Novela da SBT Cavalo Amarelo, teve participação no caso especial da TV Globo Avenida Paulista e muitas outras participações em teatro, casas de shows onde magistralmente dublava o cantor Ney Matogrosso chegando a ganhar concursos em todo o Brasil como o melhor dublador de Ney na época.

Ainda em São Paulo, Franciolli exerceu cargos importantes na cultura estadual e nacional como coordenador de eventos da Confederação Paulista de Teatro e Coordenador de Eventos da Confederação Nacional de Teatro Amador-CONFENATA.

Voltando para o Nordeste na década de 80, o então ator e jornalista Franciolli foi convidado pelo então prefeito da época em Juazeiro Jorge Khoury para trabalhar no setor de cultura da PMJ (onde participou de grandes espetáculos culturais dirigidos por Esmelinda Pergentino Nunes e Arlinda Maria Maia Torres), e ao mesmo tempo já iniciava sua vida como jornalista na região escrevendo coluna social a convite do jornalista Paganini Nobre Mota que atendeu a um pedido da então editora chefe da época a jornalista Jean Farias, depois repórter e chegou a ser editor chefe por muitos anos do então Jornal de Juazeiro, hoje Diário da Região. Franciolli foi convidado na mesma época a integrar o quadro de professores do Colégio Dom Bosco a convite da diretora Teresinha Teixeira Coelho e da coordenadora Mundica, onde ficou por muitos anos ensinando Educação Artística e organizando semanas culturais, gincanas culturais e até um programa de auditório transmitido pela Emissora Rural – Domingo Criança e outras atividades artísticas no referido colégio em Petrolina.

Mas em 1993 quando o então prefeito da época era eleito prefeito de Petrolina, Edvaldo Franciolli assumia a gerencia de cultura do município, em seguida diretor de cultura e por ultimo superintendente da Fundação Cultural de Petrolina, Franciolli trabalho nos três mandatos de Fernando Bezerra Coelho sempre se preocupando com a cultura do município e deixou para a classe artística o Festival da Primavera (Shows com artistas regionais e nacionais, noite do rock and roll, noite da dança, semana do teatro, tendas eletrônicas, oficinas culturais em todas as linguagens culturais e o grande desfile temático do dia 21 de setembro), o Festival da Canção Geraldo Azevedo (infelizmente há dois não é realizado), incentivou o resgate dos carnavais de Petrolina na data original e que hoje já é pólo de carnaval de Pernambuco, incentivou o São João dos bairros dando condições para que os mais de 36 bairros existentes na época em Petrolina pudessem realizar seus festejos juninos. Franciolli ainda exerceu a função de secretário de Cultura e Turismo em São Raimundo Nonato no Piaui no período de 1997 a 2.000 e também como orientador cultural da FUNDHAM – Fundação do Museu do Homem Americano, onde inaugurou na época o Centro Cultural Sérgio Mota.

Franciolli durante o tempo em que ficou em Petrolina trabalhou em vários espetáculos teatrais a exemplo de Aurora da Minha Vida dirigida por Beto Binga, e outras como Confissões, Velório À Brasilelira e participações em alguns filmes dirigidos pelo artista e diretor Hértz Félix, como também ao lado de Lucien Paulo encenou um dos grandes espetáculos Contra Ponto.

Deixando Petrolina em 2007, Franciolli já formado em turismo pela Facape sendo da primeira turma, seguiu para Recife onde trabalhou na Secretaria de Turismo do Estado de Pernambuco – Empetur como agente de negócios nacionais e internacionais,incrementando o turismo interno em todo o Estado e na interiorização onde trabalhou como um dos coordenadores do Projeto Pernambuco Conhece Pernambuco.

Franciolli deu sua grande contribuição para a cultura petrolinense, chegando inclusive a ser confundido como petrolinense nativo, mas toda comunidade sabe que o é de coração, pois até hoje mesmo residindo na capital pernambucana ele sempre está presente aos eventos do município.

Fonte: Diário da Região

Blog do Banana

Deixe seu comentário