Oposição em Petrolina anda “procurando chifres em cabeça de cavalo” ou fazendo “cortina de fumaça”?

Estamos acompanhando, atentamente, nos últimos dias, as notícias acerca da criação de um “clone” do prefeito no nosso Petrolina Futebol Clube. Isso porque o jogador, batizado e registrado como Júlio Batista Araújo Marques, decidiu utilizar a camisa de número 15, depois de já haver jogado, no mesmo campeonato, com os números 9 e 10. Estaria ai, então, criada a “grande conspiração” onde o nome Júlio pintado acima do número 15 seria uma propaganda do Prefeito Júlio, eleito pelo PMDB. Tomei o cuidado de ler sobre esse assunto em diversos veículos e parece-me que tanto o Prefeito, quanto a diretoria do time já se manifestaram de forma a desmistificar o assunto. Até mesmo o próprio jogador já declarou que foi sua a vontade de usar àquele número. Em recente matéria veiculada pelo UOL, o Prefeito afirma que acata e respeita alguma decisão da justiça quanto a este tema, mas ai, ponho-me a pensar:

1. Estaria a oposição em Petrolina “procurando chifres em cabeça de cavalo”, tentando desesperadamente macular a imagem do Prefeito, que passou incólume por toda a gestão, justamente pela aproximação das eleições; ou pior?

2. Seriam essas denúncias uma maneira, sorrateira, de levantar uma verdadeira “cortina de fumaça” numa tentativa de instrumentalizar o Ministério Público, desviando o foco da apuração das escandalosas doações de terrenos públicos, feitas pelos adversários do atual prefeito, que acabaram nas mãos de parentes ou amigos de ex-prefeitos? Ou teriam como objetivo ocupar o Ministério Público para que este não tivesse tempo de conhecer a evolução patrimonial dos pré-candidatos?

Temos que estar atentos, para que os jogadores da política, nas vésperas de uma eleição, não coloquem as forças de proteção popular – o MP e a Imprensa – a seu serviço.

Blog do Banana

Deixe seu comentário