País consumiu R$ 1,5 bilhão com estádios da Copa-2014 até agora

As arenas da Copa-2014 já consumiram R$ 1,5 bilhão, a maior parte desses recursos vinda dos cofres públicos. Não está incluído nesta conta o estádio do Corinthians.

A despesa atual do Mundial foi obtida em levantamento da Folha na página da CGU (Controladoria Geral da União), que inclui os valores totais dos projetos e o quanto foi executado até agora.

Pela página, os 11 estádios já contrataram serviços ou produtos que consumirão R$ 5,4 bilhões. Até este momento, já foram executados 27% do total contratado. Ou seja, qualquer modificação no projeto da Copa-2014 significaria arcar com o ônus financeiro e político de ter provocado um gasto com estádios que não seriam utilizados no evento.

Uma briga que a Fifa dificilmente compraria. Ainda mais agora, com a entidade desgastada por fortes denúncias de corrupção desde 2010. De qualquer jeito, o governo e a entidade já terão de encarar prejuízos a suas imagens por conta dos seguidos aumentos de valores das arenas.

Afinal, a despesa total com as arenas será bem maior do que a estimativa atual da CGU. Só o estádio do Corinthians, que abrirá o Mundial e não está incluído na conta, tem previsão inicial de gasto de mais R$ 820 milhões.

Itens como tecnologia da informação, placares eletrônicos e gramados ainda não foram contabilizados em diversos projetos. A maioria das arenas ainda está revendo orçamentos, o que certamente implicará em majorações.

Os estádios para a Copa têm em torno de 30% a 50% das obras já realizadas até agora. Exceções são a Arena das Dunas, em Natal, e o Beira-Rio, em Porto Alegre.

Fonte: Folha.com

Blog do Banana

Deixe seu comentário