Pernambuco: A política da contramão.Para os amigos tudo e para os inimigos nada!

Meus amigos de Pernambuco:

Estamos hoje vivendo a política do contraditório. Eduardo Campos e seus apadrinhados políticos, como foi denominado de painho, vem mostrando assim, para todo o Brasil, que Pernambuco é governado por coronéis, ditadores, senhores de engenho, dos quais, semelhante nas novelas, só restam-nos a Sinhá Moça, porque “a lavoura da cana de açúcar, os escravos e o tronco já existem neste estado”.

Pois bem, continuando este nosso desabafo, que graças ao meu bom Deus, através da internet, envio esse ato de repúdio, para todo Brasil. Vivendo e aprendendo, descobrimos que a política de Campos, não é exatamente correspondente aos 80% de votos que recebeu nas eleições de 2010, para Governador de Pernambuco.

Assim, Campos desfruta de um cenário, praticamente deixado pelo seu antecessor, o Jarbas. Um estado com infraestrutura já toda preparada e montada, estabelecendo-se assim as bases injustas, para esta grande aprovação de Campos em Pernambuco.

Não tenho pressa em terminar este “Ato de Repúdio Público”, e diante de todos vocês, amigos blogueiros, internautas, e viajantes da terceira dimensão, que é a internet, eu manifesto os meus pensamentos, sentimentos, frustrações, lamento por tudo aquilo que, fantasiosamente, foi construído para mim, pela propaganda e publicidade fortíssima do então Governador de Pernambuco e Sonhador Remoto à Presidência do Brasil, o Eduardo Campos. Aquele do sorriso Colgate!

Se as palavras deste artigo que escrevo, fosse tão rápidas, quanto a vontade de vomitar, de tudo que sinto agora, em relação a esse governo das ilusões, que certamente, manifesto a todos quantos assim desejar e tiver algum interesse em ler, o meu ato de repúdio, então eu posso descansar em paz!

Mas, continuando nosso trajeto, rumo ao enfrentamento, sem médio e sem ódio, eu penso, por exemplo, como posso acreditar no nas promessas ditas na imprensa, pelo então Secretário de Agricultura de Pernambuco, o Sr. Ranilson Ramos, quando diz que trará milhões em investimentos na agricultura do meu estado, se nem uma pequena promessa, pelo qual prometeu que apoiaria R$ 30.000,00 a Febana (Feira da Banana), que aconteceu em outubro passado (com destaque em rede nacional através do Globo Rural) na cidade de Santa Maria, sem nenhum apoio ou recurso, nem da Secretaria de Agricultura e nem do Governo Campos.

Uma feira tão importante para a região, quanto é a Fenagri em Petrolina PE. Beneficiando ai, centenas de famílias do Projeto “Fujamos”, digo Fulgêncio, na Agrovila 15 naquele município. Eu mesmo quem me encarreguei de fazer a Febana, com apoio dos amigos e STR – Sindicado dos Trabalhadores Rurais de Santa Maria da Boa Vista. Nem mesmo o Prefeito de Santa Maria, teve algum incentivo muito pelo o contrário tentou atrapalhar a esta tão grande e importante feira econômica, que gera conhecimento técnico, empregos, desenvolvimento regional para curto, médio e longo prazo.

Resta lamentar, isso é apenas um pequeno exemplo de que, se não cumpre uma promessa pequena, mas de valor inestimável para Pernambuco, tão pouco cumprirá promessas maiores, mirabolantes, extravagantes, enganadoras, ilusórias, como o anunciável investimento de 200 “milhones de reales”, na agricultura “enferrujada” de Pernambuco, da qual, foi veiculada no dia 11/11/2011 nos blogs regionais.

É uma pena.

Mesmo eu pernambucano, pequeno, mas tenho esta ferramenta, da qual, livremente, posto o meu ato de repúdio publicamente. Informa também que durante a feira foram capacitados 300 agricultores e fizermos uma festa para mais de 10 mil pessoas gratuitamente já que o secretário rinha garantido o recurso e depois caiu fora como é acostumado fazer. As despezas

Texto e Ilustração: Moraes de Carvalho

Blog do Banana

 

 

Deixe seu comentário