Petrolina ganhará novo aterro sanitário

A Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) iniciou o processo de licenciamento do novo aterro sanitário de Petrolina. Atualmente, a Central de Tratamento de Resíduos – CTR Petrolina, empresa responsável pelo tratamento e a disposição final dos resíduos sólidos, atua no antigo lixão Raso da Catarina, localizado entre os bairros José e Maria, Vila Eulália e Antonio Cassimiro. De acordo com o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), para recuperar a área totalmente é necessário que se encerre a disposição imediatamente.

A equipe multidisciplinar da AMMA, formada por engenheiros, arquitetos, biólogos e agrônomos, já está analisando o estudo de impacto ambiental para viabilização do novo projeto. O projeto será apresentado em audiência pública e levado ao Conselho Municipal do Meio Ambiente. Vale destacar que o novo aterro será construído para atender a demanda de resíduos sólidos de 20 anos e comportará o volume de, aproximadamente, 1.750.000 m³.

Segundo o diretor-presidente da AMMA, Geraldo Junior, o novo aterro será construído a mais de 20 km de Petrolina, na BR 407. “A equipe da AMMA já está realizando análises do local e, tendo em vista os resultados dos estudos e o relatório de impacto ambiental, esperamos que dentro de três meses, encerraremos definitivamente as atividades no Raso”, assegurou. Ainda segundo Geraldo Junior, atualmente, mais de 50 mil pessoas moram no entorno do depósito, por isso a prefeitura de Petrolina e a AMMA estão desenvolvendo o projeto de desativar o Raso da Catarina e transformar o local num novo parque municipal.

Texto: Carol Souza

Foto Ilustrativa

Blog do Banana

Deixe seu comentário