Problemas provocados por populares e Compesa atrasa obra no Pedro Raimundo

imagemimagem1A situação de quebra e vandalismo persiste na comunidade do Pedro Raimundo, onde a prefeitura realiza a obra de urbanização e revitalização do canal que liga o bairro ao Vale do Grande Rio. A obra que visa dar qualidade de vida aos moradores, com cobertura do canal e outros benefícios, têm sido constantemente interrompida pela ação de populares e da Companhia Pernambucana de Saneamento ao não colaborar para a conclusão do serviço que já se encontra danificado pelos mesmos.

Segundo o relatório do Secretário Executivo de Obras, Eugênio Pacelli encaminhado ao Secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana Ricardo Rocha, a situação verificada é de caixas de drenagem quebradas para escoamento de esgoto direto no canal construído para águas pluviais, além do despejo de lixo, como pneu encontrado dentro das caixas de pv e pavimento danificado. “É muito complicado quando não contamos com o apoio das pessoas para um benefício que é para elas mesmas. O canal vai ajudar a população em diversos aspectos, seja de saúde, segurança, infraestrutura. No entanto, precisamos que as pessoas se conscientizem disso. Além da Compesa, que vem esburacando as vias, deixando pontos irregulares, o que pode provocar em pouco tempo danos ao trabalho”, afirmou o Secretário Ricardo.

Mesmo afirmando que o serviço já havia sido concluído na semana passada, a Compesa continua danificando boa parte do serviço de pavimentação já realizado pelo município. A obra que tem cerca de 97% concluída, continua prejudicada pela ação danosa vivida no local.

Ascom Seinfram

Blog do Banana

Deixe seu comentário