Professores em greve cercam seleção no Rio

imagemOs jogadores da Seleção Brasileira já sentiram, no primeiro dia de sua preparação oficial para a Copa do Mundo, o clima tenso nas ruas do Brasil. Na manhã desta segunda-feira 26, o ônibus que conduzia a equipe para a Granja Comary, em Terezópolis, foi cercado por professores em greve logo à saída do hotel no aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

Um grupo de cem manifestantes, aos gritos de ‘não vai ter Copa’, conseguiu barrar o avanço do veículo por alguns minutos. Vários adesivos da campanha salarial da categoria foram pregados no lado externo do ônibus. Uma viatura da Polícia Federal que fazia a escolta do ônibus preferiu não interferir.

O protesto não gerou nenhum incidente violento, mas mostrou aos jogadores e comissão técnica que a tensão das ruas irá acompanha-los, ao menos até que a bola corra e o time, se tudo der certo, evoluir bem. O técnico Luiz Felipe Scolari havia dito que será obrigação das autoridades proteger a Seleção, que não estará ligada em assuntos extra-campo. Vai ser mesmo possível separar uma coisa da outra? (Brasil247)

Blog do Banana

Deixe seu comentário