Programa de reaproveitamento de alimento de PE serve de modelo

Uma iniciativa pernambucana que reaproveita alimentos que muitas vezes iam parar no lixo pode virar modelo para outros estados brasileiros. O Banco de Alimentos, que funciona na Ceasa, no Recife, recebeu, na segunda-feira (16), a visita de representantes da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

A comitiva formada por membros da Sudeco foi recebida pelo gerente do Banco de Alimentos e o presidente da Fecomércio de Pernambuco, Josias Albuquerque. Toda a estrutura do programa, desde o setor de armazenamento até a sessão de distribuição, foi apresentada à comissão, que pretende aplicar a ideia na região Centro-Oeste do Brasil.

“Nós estamos reproduzindo essa experiência exitosa , do Sesc e do governo do estado, no sentido de oferecer essa segurança alimentar através do Banco de Alimentos também no Centro-Oeste. Experiências exitosas tem que ser copiadas, sim, e é isso que nós vamos fazer”, contou Marcelo Dourado, superintendente da Sudeco.

Criado há dez anos, o programa já distribuiu mais de 15 mil toneladas de alimentos. Só no ano passado, 292 entidades e 18 comunidades carentes foram beneficiadas em todo o estado. Todas as doações passam por uma seleção. Em seguida, os alimentos são separados e colocados em sacos. Apenas as instituições cadastradas recebem os benefícios.

De acordo com o gerente do programa, Fernando Soares, qualquer empresa ou comerciante pode ajudar. “Pode-se dirigir diretamente ao banco ou através do telefone 3421-6090, que a gente vai buscar no local, na fonte de doação”, explicou.

Fonte: G1 PE

Blog do Banana

Deixe seu comentário