Protesto da torcida no Arruda acaba em pancadaria

Cerca de 30 torcedores do Santa Cruz apareceram na tarde desta sexta-feira(16) no Arruda para protestar em razão da eliminação da equipe no meio de semana para o Penarol-AM. Munidos de nariz de palhaços, faixas, buzinas e tambores, os tricolores até começaram o protesto de maneira digna. Porém, logo começaram a lançar uma série de xingamentos de baixo nível aos atletas e, principalmente, ao técnico Zé Teodoro.

A atitude acabou gerando uma reação do clube. Seis seguranças do Santa Cruz foram até a arquibancada para inibir o protesto. Um deles tentou tirar à força um torcedor, que se recusou a sair. Foi quando começou a confusão. Não foi possível identificar quem começou, mas em segundos a pancadaria correu solta. As cenas foram lamentáveis.

Após a situação se acalmar, o técnico Zé Teodoro resolveu que nenhum torcedor poderia acompanhar o treino desta tarde e mandou que todos fossem retirados das arquibancadas, inclusive a tradicional “turma da tesoura”, que comparece todos os dias ao clube. Dessa vez, não houve confusão, mas os torcedores, contrariados, demorara a deixar o local.

XINGAMENTOS

Antes da pancadaria, muitos palavrões foram direcionados a Carlinhos Bala, Leandro Souza, Luciano Henrique e Dênis Marques. Porém, ninguém foi tão bombardeado como Zé Teodoro. Alvo de uma série de palavrões, o treinador subiu ao campo cabisbaixo e se reuniu com o atletas do outro lado do gramado.

As frases não censuradas gritadas pelos torcedores:

“Time pipoqueiro, quero de volta o meu time de guerreiro”

“Vergonha, vergonha, time sem vergonha”

“Fora Zé”

“Luciano Henrique, volta para o Sport”

“Ei, Bala, pede para sair!”

“Não é mole não, tem que ser homem para jogar no Arrudão”

“Zé Teodoro, vá se F**, o Santa Cruz não precisa de você”

“Ê, ê, ê, ê, sou Santa Cruz e não aguento mais sofrer”

“Ô, ô, ô, queremos jogador”

Fonte: Diário de Pernambuco

Blog do Banana

Deixe seu comentário