Salgueiro inaugura unidade do Conviver que vai atender crianças e adolescentes

image
Dentro das políticas públicas elaboradas e implantadas pela Prefeitura de Salgueiro, a comunidade acaba de ganhar mais um aparelho que vai dar suporte socioeducativo ao público infanto-juvenil. Ontem – quarta-feira (22) o prefeito Marcones Sá entregou o serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (Conviver) Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Social. O ato contou com as presenças da secretária de Desenvolvimento Social Eliane Alves, dos coordenadores da Mulher, Vilanir Campos e da Juventude, Ricardo Oliveira, da equipe da rede socioassistencial de Salgueiro além dos vereadores Fátima Carvalho e André Cacau.

imageNa solenidade que também atraiu a presença de crianças, adolescentes e pais – a coordenadora do Núcleo Conviver, Marilene Marins, apresentou a equipe e apontou o papel e importância prática do serviço para a comunidade. “Aqui todos devem se sentir em casa porque toda equipe está pronta para receber o público alvo com propósitos socioeducativos”, disse. O Conviver tem o objetivo de prevenir as possíveis situações de vulnerabilidade que crianças, adolescentes e idosos estão expostos.

A secretária Eliane Alves destacou o trabalho coletivo da equipe que se mobilizou de imediato durante o recente temporal que caiu na cidade para atender famílias atingidas. “Temos todos de comemorar com alegria e de coração aberto diante a abertura desse espaço que não é mais o PETI, agora é o Conviver Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Assim cabe-nos lembrar que os índices de trabalho infantil de Salgueiro vem melhorando bem no Ministério de Desenvolvimento Social”, disse.

Em suas colocações, o prefeito Marcones Sá apontou a proposta do projeto ao abraçar crianças “que tem muita energia para toda atividade lúdica que venha a ser oferecida”. “Nesse espaço as crianças poderão descarregar suas energias nas artes e isso de certa forma leva tranquilidade para dentro de casa, porque tira o estresse e melhora o desempenho na escola”, pontuou. Segundo o gestor, os programas sociais não visam tirar a obrigação da família quem tem que cuidar dos filhos. “Os programas devem dar atenção para apoiar a família junto com educadores e escolas. É importante que os pais também participem das atividades”, enfatizou.

Ascom

Blog do Banana

Deixe seu comentário