Secretaria Municipal de Saúde realiza curso de capacitação sobre hanseníase

Médicos e enfermeiros atuantes nas Equipes de Saúde da Família (ESF) participam, até quinta-feira (16), de um curso de capacitação sobre hanseníase, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A atividade integra o plano de ações elaborado pelo Município para intensificar o combate à hanseníase em Petrolina, e contou com a parceria da Universidade de Pernambuco (UPE), que cedeu o espaço para a realização do encontro.

“Essa capacitação faz parte do trabalho que iremos desencadear em Petrolina ao longo do ano de 2012. O controle da hanseníase é um ponto de atenção da SMS, por isso, desenvolvemos um planejamento com uma série de ações, incluindo a qualificação dos nossos profissionais de saúde, campanhas de conscientização e a busca ativa de pacientes”, relatou a diretora de Vigilância em Saúde, Kátia Coutinho. O plano de ações foi construído e será desenvolvido pelas diretorias de Vigilância em Saúde e Atenção Básica.

O primeiro dia do curso, iniciado ontem (13), foi coordenado pelo médico dermatologista e especialista em Saúde Pública, Dr. Rubens Abejdid, que abordou, entre outros aspectos, os métodos de diagnóstico e o tratamento da doença e de suas complicações. “É crucial saber diagnosticar precocemente a hanseníase para que ela seja tratada ainda no início. A Atenção Básica é uma das portas de acesso do paciente ao Sistema de Saúde, por isso, é importante termos esses profissionais aqui no curso. Muitas vezes, um usuário procura o atendimento com uma determinada queixa e ao examiná-lo, o médico de saúde da família, que tem um olhar geral, acaba descobrindo um caso de hanseníase e, através deste caso, pode encontrar outros, na família ou na vizinhança”, explicou o especialista.

Amanhã (15), as atividades serão ministradas pela coordenadora do Programa Estadual de Hanseníase, Ana Wilma Saraiva, e pela enfermeira do Programa, Ivaneide Morais, que discutirão o tema ‘Prevenção de Incapacidades’. No intuito de minimizar os transtornos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nas unidades de Atendimento Multiprofissional Especializado – AME Saúde da Família, as equipes da Estratégia de Saúde da Família foram divididas em duas turmas, que terão acesso ao mesmo conteúdo. Uma participa do encontro nos dias 13 e 14, e a outra nos dias 15 e 16.

Os profissionais de saúde precisam estar em constante atualização de seus conhecimentos devido a evolução da ciência e ao surgimento de novos medicamentos e técnicas de tratamento. “Esse tipo de capacitação contribui para melhorarmos enquanto profissionais e atendermos melhor os nossos pacientes. Quando temos o primeiro contato com o paciente, devemos ter cuidado para não deixar escapar nenhum sinal ou sintoma, principalmente, as manchas. Neste curso, estamos adquirindo mais conhecimento para identificar melhor essas lesões e diferenciá-las, sem perder nenhum detalhe”, declarou o médico da UBS do bairro Fernando Idalino Bezerra, Dr. Arturo Hanco Zavaleta.

A Hanseníase é uma doença infectocontagiosa de evolução lenta, que afeta diversos órgãos do corpo humano, especialmente, pele, nervos periféricos, olhos, vias aéreas superiores, fígado, rins, músculos, ossos, vasos sanguíneos, sangue, linfonodos, entre outros, além das articulações. Em Petrolina, foram registrados em 2011, 198 novos casos de hanseníase e mais de 50 pacientes foram curados. O tratamento, bem como a dispensação dos medicamentos, é ofertado gratuitamente pelas unidades de saúde do município e os casos mais graves são encaminhados ao Serviço de Infectologia de Petrolina – SEINPE.

Fonte: Ascom PMP

Blog do Banana

Deixe seu comentário