Sedest comemora resultados do Petrolina Cidadã, que tem mudado a vida profissional de muitos jovens

image“Foi o primeiro passo para eu mudar a minha história de vida, grande oportunidade de preparação para abrir o meu próprio negócio.” É assim que a cabeleireira Maria Anailde Roldino, do bairro Idalino Bezerra, se expressa ao se referir ao curso de cabeleireiro que está concluindo no Petrolina Cidadã e que foi o primeiro passo para ela ser uma empreendedora, abrindo o seu próprio negócio. Assim como Maria Anailde , milhares de jovens têm tido oportunidades de se qualificar e também se profissionalizar com os cursos oferecidos pelo Petrolina Cidadã, criado pelo prefeito Julio Lossio, em 2011, com o objetivo de permitir aos jovens de baixa renda, o exercício de atividades que os auxiliem a sobreviver além dos programas de redistribuição de renda a partir de cursos profissionalizantes.

imageForam oferecidos no Petrolina Cidadã, em 2013, mais de 80 cursos profissionalizantes e capacitações, preparando mais de 2.500 jovens para o mercado de trabalho. No Petrolina Cidadã, também são ofertados os cursos do Pronatec em parceria com o Sistema “S” e Institutos Federais. Na sede do Petrolina Cidadã, também são realizados os serviços de emissão da carteira profissional de trabalho.

imagemOs cursos oferecidos são resultados da execução de pesquisas junto ao mercado de trabalho dos diversos setores produtivos, de serviços e comércio de Petrolina, como nas áreas de culinária, corte e costura, informática básica, manicure, cabeleireiro, auxiliar de pessoal, auxiliar administrativo, entre outros. “ Foi no curso de corte e costura que pude me aprofundar e logo em seguida me inserir no mercado de trabalho. Hoje, estou muito satisfeita trabalhando em uma confecção em meu próprio bairro, relata a auxiliar de costura, Kássia Alves.

Segundo a coordenadora do Petrolina Cidadã, Érika Rocha, a partir do próximo ano, o Petrolina Cidadã também atuará em parcerias com a iniciativa privada para encaminhamento de jovens para o mercado de trabalho. “Quem quiser mais essa oportunidade de se inserir no mercado de trabalho, depois de participar dos cursos ofertados pela instituição, é só encaminhar o currículo para o Petrolina Cidadã que fará parte de um banco de dados para a nossa intermediação de mão de obra qualificada” explica Érika.

As parcerias serão firmadas a partir de janeiro de 2014, onde também começam os novos cursos previstos na grade do Petrolina Cidadã: serigrafia e transfer básico, marcenaria básica, confecção de sandálias em couro e tecido, fabricação de peças em couro, informática básica e aproveitamento integral de alimentos, esses dois últimos serão fixos na grade de programação do Petrolina Cidadã.

ascom PMP

Blog do Banana

Deixe seu comentário