Simão e Tolentino tentam convencer Ruy a ficar no time do Novo Tempo em Petrolina

O Vereador Ruy Wanderley (PSC-PE) que desde começo do seu mandato parlamentar tem demonstrado não seguir as entrelinhas dos pedidos oriundos do Palácio Guararapes (prefeitura de Petrolina), pode estar a um passo de ter sua pré-candidatura 2020, fritada pelo grupo Novo Tempo.

Ruy, quando não leu discurso elaborado pelo núcleo do mal da prefeitura com duras críticas ao mais forte adversário do prefeito Miguel, o presidente do IPA Odacy Amorim, perdeu o cargo de liderança do governo no legislativo e cedeu lugar para o suplente de vereador Aero Cruz, que até hoje permanece no mandato na Câmara Municipal pela força política de Miguel.

Fontes independentes ressaltam que devido a rebeldia de Ruy em alguns pedidos do prefeito, houve uma tentativa de esvaziamento do PSC petrolinense para escantear o parlamentar.  E após a matéria publicada nesta terça (19), intitulada: Vereador Ruy Wanderley poderá ser o próximo “fernandista” a romper com Miguel Coelho. Miguel escalou, Orlando Tolentino e o secretário de Agricultura e Governo, Simão Durando, para tentar convencer o parlamentar a permanecer atuando no time do Novo Tempo.

Até o final desta matéria o vereador Ruy não fora encontrado para falar sobre o resultado da reunião com os funcionários comissionados realizada na manhã desta quarta-feira (20) na prefeitura de Petrolina. E o mistério da sua permanência no Grupo continua.

Deixe seu comentário