Tarefa de Dilma pode ungir Coelho candidato em 2014

A primeira visita oficial da presidente Dilma Rousseff (PT) a Pernambuco em 2012, na próxima semana, deve assinalar um pacto com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB). A presidente pretende deixar “no colo” do dirigente da pasta a responsabilidade de acelerar o ritmo da construção da transposição do Rio São Francisco, que poderá ser concluída em 2015, ao custo de mais de R$ 6 bilhões à União. O ministro vai anunciar, na próxima quarta-feira, o chamado “projeto piloto” que deverá colocar em operação até o fim deste ano 30km da transposição do primeiro lote, que compreende o trecho da região de Floresta, no Sertão pernambucano.

 

Caso consiga esta proeza, Bezerra estará pronto para alçar voos maiores dentro da política. Informações de bastidores garantem que este é o “preço” do apoio da presidente para sua eleição ao governo de Pernambuco, em 2014. “A remobilização já começou, agora é hora de falar em metas. A presidente deseja que estes prazos sejam cumpridos”, destacou o ministro, que demonstra que as recentes denúncias de favorecimento de recursos da pasta ao seu estado natal não abalaram a relação do PSB com o Planalto.

(DO DIARIO DE PERNAMBUCO – TERCIO AMARAL)

Deixe seu comentário