Terezinha sobre aliança PSDB/PSB: não restou outro caminho

imageMesmo tendo se destacado como oposicionista, a deputada Terezinha Nunes admite que o único caminho que restou ao PSDB foi aderir ao Governo Estadual e apoiar o candidato que Eduardo Campos (PSB) indicar à sua sucessão. Segundo ela, não foram criadas as condições para o partido lançar chapa própria e que a prioridade é a candidatura presidencial do senador mineiro Aécio Neves.

“A aliança é estadual. Aécio terá espaço aqui e nós pediremos voto para ele”, assegurou. A tucana ainda disse que as conversas com o senador Armando Monteiro Neto (PTB) foram inviabilizadas em Pernambuco, devido à aliança dele com o PT. Diante do novo cenário já oficializado, Terezinha avisou que terá uma postura crítica ao Governo e continuará votando nos projetos que forem importantes para o Estado. “PT e PTB, que têm quatro deputados, cada, é que assumirão o protagonismo da oposição”, assinalou. (Folha de Pernambuco)

Blog do Banana

Deixe seu comentário