Presidente da Fetape cobra agilidade do governo do estado na realização de obras para conviver com a seca

 

Doriel Barros, presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Pernambuco (Fetape)  afirmou numa matéria publicada pelo Jornal do Commercio ontem, 31 de maio, que até agora o governo do estado não fez nada estruturante para amenizar os efeitos da falta histórica  de política de convivência com a seca, e que só tem ocorrido  a  distribuição de  carros pipas. Eles pedem a construção imediata de 15 mil cisternas para produção e consumo humano.

De acordo com a matéria, os trabalhadores prometem realizar protestos em todo  o estado se as ações não começarem a sair do papel.

O texto abordava  a entrega de uma carta da Fetape destinada ao  arcebispo de Olinda e Recife Dom Fernando Saburido. Os Federados buscam ajuda  da Igreja Católica para enfrentar o descaso político que tem resultado no sofrimento de famílias que moram em áreas de sequeiro.

Deixe seu comentário