Biblioteca montada em jumento incentiva leitura no interior de Pernambuco

Uma biblioteca itinerante que tem como meio de transporte um jumento. A ideia inusitada faz parte do projeto ‘Livros Andantes’, que passeia atualmente pela Mata Sul de Pernambuco incentivando a leitura nas comunidades rurais de Raiz de Dentro e Estevinhas, em Amaraji.

Cada um dos povoados vai receber quase 200 livros e cordéis, que ficam para a comunidade depois dos 16 encontros promovidos pelo projeto. Os encontros acontecem sempre aos domingos, com participação de professores e arte-educadores capacitados em oficinas do Livros Andantes.

A escolha do jumento como meio de levar os livros às comunidades, que não tem um acesso fácil, faz parte do processo de conquista do público. “Quando eu pensei no projeto, pensei em ir em busca desse potencial leitor, que não tem como se deslocar até a biblioteca da cidade. O jumento é um meio de transporte bastante comum na região, eles usam para transportar o que plantam, como banana, inhame, cará. Era uma forma de fazer parte do cotidiano deles”, explica a coordenadora.

As atividades da biblioteca itinerante começam com a leitura de algum trecho ou capítulo de um livro e, depois, o público é convidado a escolher mais um para ser lido. Após a leitura, entram em cena os arte-educadores e os empréstimos dos livros, buscando sempre que o leitor compartilhe no encontro seguinte parte da obra com os outros. “Quando você tem contato com os livros, de alguma maneira uma luz se acende na sua vida. É como se você estivesse o tempo todo na escuridão, e quando você tem contato com o livro, o mundo se abre pra você de alguma forma. Isso não tem preço”, defende Clara Angélica.

Fonte: Blog Diniz K-9

Blog do Banana

Deixe seu comentário