Fim de semana deve ter mais chuvas intensas em Pernambuco; veja a previsão

Temporal que se aproxima do Estado será causado por fenômeno que vem do Oceano

O sábado (28) e o domingo (29) devem ser de continuidade de chuvas fortes em Pernambuco, segundo indica a previsão do tempo da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

A agência identificou a aproximação de um sistema meteorológico chamado Distúrbio Ondulatório de Leste (DOL), composto por nuvens carregadas que se formam sobre o Oceano Atlântico e avançam para o leste da região Nordeste, entre Sergipe e o Rio Grande do Norte. O fenômeno deve intensificar as chuvas durante o fim de semana. 

No início da tarde desta sexta-feira (27), a Apac emitiu um aviso meteorológico de estado de alerta, o mais alto dos três níveis. O comunicado, válido até 23h22 do sábado (28), considera a previsão de condição extrema dos fenômenos meteorológicos com risco muito alto e intensidade excepcional.

Segundo a Apac, o sistema, ao chegar na costa nordestina, provoca precipitações significativas. Com essa previsão, o fim de semana dá sequência a uma semana de muita chuva com registro de uma série de transtornos para moradores da Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata, com a notificação de, ao menos, quatro mortes e quase mil pessoas fora de casa.

Para esta sexta-feira, a chuva deve ser de intensidade ainda de fraca a moderada na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata e parte do Agreste, mas a chegada do DOL eleva o nível de atenção e as precipitações podem ser de moderadas a fortes, de acordo com os modelos meteorológicos. Em alguns locais das regiões, inclusive, essas precipitações podem ser ainda mais fortes.

Segundo o meteorologista da Apac Thiago do Vale, as chuvas desta sexta-feira (27) ainda não fazem parte do distúrbio e esta é uma época considerada normal para as precipitações – a quadra chuvosa na Região Metropolitana do Recife começa em abril e segue até julho. 

“Na madrugada de hoje [sexta] para amanhã [sábado], existe a possibilidade da entrada do DOL, principalmente na Mata Norte”, explica o meteorologista. Com o passar do sábado, a tendência é que o distúrbio se desloque em direção à Mata Sul e provoque chuvas com intensidade de moderada a forte em todo o Litoral do Estado. 

O sistema, que ainda não chegou ao Estado, já está ativo devido às condições oceânicas e deve persistir durante o fim de semana, de acordo com Thiago. Há, ainda, a possibilidade de chegada ao Agreste pernambucano. Para o Sertão, a previsão é de chuva fraca e isolada.

A Apac recomenda acompanhar seu perfil no Instagram e o site para a emissão de eventuais avisos meteorológicos. 

Distúrbio Ondulatório de Leste
O distúrbio que irá causar as chuvas significativas no Estado no fim de semana é uma configuração dos ventos que favorece a elevação da umidade de baixos níveis para altos níveis. 

“Quando essa umidade encontra certa altura, transforma-se em nuvens e, dependendo da quantidade de umidade, transforma-se em nuvens de tempestade”, detalha Thiago do Vale.

Temperatura
Com a nebulosidade presente na região, a tendência é de diminuição das temperaturas, segundo Thiago do Vale. “Temos também ventos mais frescos, que vêm de nuvens, os ventos de rajada”, completa.

Veja como acionar a Defesa Civil
Diante das fortes chuvas, a Defesa Civil recomenda que a população de áreas de risco fique em alerta e, ao menor sinal de perigo, procure um outro local para abrigar-se, levando documentos pessoais e roupas.

Em caso de ocorrências, a população deve entrar em contato com a Defesa Civil de seu município:

Codecipe (Defesa Civil Estadual): 199 ou (81) 3181-2490
Recife: 0800.081.3400
Olinda: (81) 9.9266-5307
Jaboatão: (81) 3461-3443 ou (81) 9.9195-6655
Camaragibe: (81) 2129-9564 ou (81) 9.9945-3015 ou 153
Abreu e Lima: (81) 9.9933-6380
São Lourenço da Mata: (81) 9.8338-5407
Cabo de Santo Agostinho: 0800.281.8531
Paulista: 153
Moreno: (81) 9.8299-0974 ou (81) 9.8128-2018
Ipojuca: (81) 9.9231-8607
Itamaracá: (81) 3181-2490 ou 199
Igarassu: (81) 9.9460-9073

Deixe seu comentário