Mostra homenageia Irandhir Santos durante 7ª edição do Festival Vale Curtas

imageConsiderado um dos maiores nomes do cinema nacional na atualidade, o ator pernambucano Irandhir Santos, desembarca essa semana em Petrolina – PE, para participar da 7ª edição do Festival Vale Curtas, onde será homenageado com uma mostra apresentando sete dos mais representativos filmes, que evidenciam a sua busca criativa.

A mostra será realizada às 16h, de quarta a sexta no Espaço Cultural Janela 353, bem ao lado do Colégio Maria Auxiliadora, no centro de Petrolina, e termina no sábado, após a cerimônia de encerramento do Vale Curtas, no Centro de Cultura João Gilberto. A entrada é gratuita.

A Mostra em homenagem a Irandhir, que foi premiado na categoria de melhor ator no festival de Gramado deste ano por sua atuação em “Tatuagem”, começa com o curta, Décimo Segundo, que tem a direção e roteiro de Leonardo Lacca e em seguida apresenta Amigos de Risco, de Daniel Bandeira, marcando sua estreia como protagonista em longas-metragens.

Na quinta-feira, o público poderá conferir Azul (curta), com a direção de Eric Laurence e o longa premiado Febre do Rato, dirigido pelo cineasta pernambucano Cláudio Assis. O também premiado filme de kleber Mendonça Filho, O Som ao Redor será exibido na sexta-feira após a exibição do curta Deixem Diana em Paz, de Julio Cavani. E no sábado (18), o público poderá ver no Centro de Cultura João Gilberto, o filme Tatuagem, de Hilton Lacerda, onde o ator realizou um trabalho de interpretação, que é um “assombro, uma das maiores do século 21, aqui ou alhures”, conforme escreveu na Folha de São Paulo, o crítico de cinema Sergio Alpendre.

Irandhir Santos, que atualmente reforça o elenco de “Amores Roubados”, minissérie da TV Globo, começou no teatro ainda na década de 1990. Depois de concluir o curso de Licenciatura em Artes Cênicas, na Universidade Federal de Pernambuco em 2003, partiu para o cinema em 2006, sua outra paixão e ainda este ano, deverá participar de outra série, além de uma novela da Rede Globo. Depois da homenagem no Vale Curtas, o trabalho de Irandhir também será evidenciado na Europa, através do filme A História da Eternidade, de Camilo Cavalcante. O filme, que foi rodado em Petrolina, será apresentado no próximo dia 28 no Festival de Roterdã, na Holanda.

Clas Comunicação

Blog do Banana

Deixe seu comentário