Prefeito de Abaré: Delizio Oliveira da Silva é condenado á 8 anos de prisão.

O entra e sai de Prefeitos em Abaré parace não ter fim, por decisão de uma sentença da 2º Vara Federal o  prefeito de Abaré  Delizio Oliveira da Silva foi condenado á 8 anos de prisão

Mas não é por conta do problema eleitoral. Ele conseguiu um habeas Corpus. Sendo condenado ele perde os direitos políticos e quem assume é seu Vice, Manoel Campos.

Veja detalhes a baixo :

Sentença na 2ª Vara Federal:

No(s) processo(s) abaixo relacionado(s) :
2000.33.00.005553-4 Processo Comum – Juiz Singular AUTOR:MINISTERIO PUBLICO FEDERAL PROCURADO:DANILO JOSE MATOS CRUZ REU:DELIZIO OLIVEIRA DA SILVA REU:TARCISIO PEREIRA DA SILVA ADVOGADO:BA00009672 – CHRISVALDO SANTOS M DE ALMEIDA
O Exmo(a). Sr.(a) Juiz(a) exarou a sentença: ISTO POSTO, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE O PEDIDO CONTIDO NA DENÚNCIA E CONDENO O ACUSADO DELÍZIO OLIVEIRA DA SILVA, JÁ QUALIFICADO, COMO INCURSO NAS PENAS DO ART. 183 DA LEI 9.472/97, AO TEMPO EM QUE ABSOLVO TARCÍSIO PEREIRA DA SILVA, COM FULCRO NO ART. 386, INCISO III DO CPB.
CONDENO O RÉU, AINDA, AO PAGAMENTO DAS CUSTAS PROCESSUAIS E DETERMINO QUE, APÓS O TRÂNSITO EM JULGADO DESTA SENTENÇA, EFETUE-SE O LANÇAMENTO DO SEU NOME NO LIVRO ROL DOS CULPADOS E OFICIE-SE AO T.R.E, PARA EFEITO DO ART. 15, III, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.
PUBLIQUE-SE. REGISTRE-SE. INTIMEM-SE.

Execução da pena na justiça federal:

Processo: 2006.33.00.005044-4
Nova Numeração: 0005042-49.2006.4.01.3300
Classe: 386 – EXECUÇÃO DA PENA
Vara: 2ª VARA – ESPECIALIZADA CRIMINAL
Juiz: JOÃO PAULO PIRÔPO DE ABREU
Data de Autuação: 30/03/2006
Distribuição: 3 – DISTRIBUICAO POR DEPENDENCIA (30/03/2006)
Nº de volumes: 2
Assunto da Petição: 5200800 – CRIMES CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL (LEI 7.492/86) – CRIMES PREVISTOS NA LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE – PENAL
Processo Originário: 200055534
Observação:
Localização: ARMARIO 06 – ARMARIO 06
Principal:
AUTOR MINISTERIO PUBLICO FEDERAL
REU DELIZIO OLIVEIRA DA SILVA
Adv CHRISVALDO SANTOS M DE ALMEIDA (BA00009672)
Procurador DANILO JOSE MATOS CRUZ

Fonte: Ministério Público Federal

Blog do Banana

Deixe seu comentário