Produtividade do TRE-PE se destaca no período da pandemia

Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vem monitorando semanalmente o desempenho dos tribunais brasileiros desde 16 de março

Em meio à pandemia da covid-19, a produtividade do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) é a maior entre os 11 TREs de médio porte, critério usado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para estratificar os tribunais de acordo com o eleitorado de cada Estado.

Pernambuco lidera no seu grupo de avaliação em todos os quesitos: total de sentenças e acórdãos, total de decisões e total de despachos.

O CNJ vem monitorando semanalmente a produtividade do Poder Judiciário desde 16 de março, quando os tribunais, por causa do novo coronavírus, entraram em regime de teletrabalho. O TRE-PE se destaca no período acumulado de 16 de março a 17 de maio.

Dentro deste período, os números do TRE-PE são os seguintes: 653 sentenças e acórdãos, 882 decisões (movimentação de processos, por exemplo, mas sem caráter terminativo) e 1.537 despachos.

“Sabemos bem que os números  são atualizados sistematicamente, mas a posição do TRE de Pernambuco, sempre entre os primeiros, demonstra claramente que, mesmo em tempos de pandemia, estamos cumprindo a nossa missão de bem servir, com celeridade e competência”, diz o presidente do TRE-PE, desembargador Frederico Neves. (ASCOM)

Deixe seu comentário