UPAE/IMIP de Petrolina promove palestra sobre Comunicação Assertiva

O Serviço Social da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP), em parceria com o Núcleo de Educação Permanente (NEP), promoveu, nesta quinta-feira (10), uma palestra sobre Comunicação Assertiva, com a Assistente Social, Mentora e Coaching, Sandra Costa.

O momento foi aberto a todos os profissionais do serviço e teve como objetivo melhorar a comunicação interna entre as equipes, e externa das equipes com os pacientes e usuários. “Cerca de 85 a 90% do nosso tempo passamos nos comunicando. Mas, para que essa comunicação seja eficiente e assertiva, ela precisa ser simples, clara, dinâmica, respeitosa e coesa”, esclareceu Sandra.

“Muitas vezes os ruídos da comunicação atrapalham o dia a dia, inclusive na interação entre profissionais, pacientes e famílias. Então, é sempre bom parar em algum momento para pensar como essa comunicação está sendo feita”, justifica a supervisora do Serviço Social, Nazaré Cunha.

Em especial, neste período de pandemia, a comunicação precisa ser pensada como fator que faz a diferença. “Lidamos diariamente com famílias que estão com seus entes adoecidos. Por isso, nós precisamos ter empatia, saber ouvir, estar atento às demandas e dar feedbacks. O acolhimento também faz parte da assistência”, complementa Sandra.

Para a coordenadora geral do serviço, Grazziela Franklin, a reflexão veio em um bom momento. “Realmente não está fácil para ninguém. Os profissionais de saúde em todo o Brasil já estão cansados, mas a gente precisa encontrar motivos diariamente para continuar na luta. E muitas vezes esses motivos estão em uma conversa, um desabafo, em uma vida que é salva. Então, parar para pensar em como estamos ouvindo e falando com o outro é de extrema importância”, concorda.

“Esse tipo de ação faz parte da educação continuada da Unidade e a cada mês abraçamos temas que permitem sobretudo a humanização, já que há muito tempo a assistência à saúde deixou de ser apenas técnica. Hoje vemos o paciente na sua integralidade e a UPAE Petrolina está de parabéns por isso”, finaliza a enfermeira gerente do NEP, Andreska Ferreira.
Deixe seu comentário