Atuação do Serviço Social do HRJ promove o reencontro de paciente com sua família após 10 anos

imageMesmo de alta médica, o paciente Ludovico Timóteo de Souza permanecia internado há mais de 3 meses no Hospital Regional de Juazeiro (Gestão IMIP). Sem documentos, familiares e com pouquíssimas lembranças sobre sua origem, o paciente aguardava a presença de alguém que se comprometesse em auxiliá-lo nos cuidados que ele necessitava. Durante sua permanência na unidade, Ludovico contava apenas com a dedicação da equipe de assistência à saúde e a atuação do Serviço Social, que com inúmeras tentativas de busca, promoveu o reencontro de Ludovico com sua família 10 anos após seu desaparecimento.

A família de Ludovico reside no município de Paulo Afonso-Ba e em menos de 24 horas após a divulgação de sua foto em um site de noticias local, a irmã do paciente já estava no HRJ para buscá-lo. “Mesmo com o quadro de desorientação e o longo tempo sem contato com a família, o paciente reconheceu a irmã assim que ela entrou na enfermaria. Foi um momento emocionante”, contou a Assistente Social Jusciara Cássia Ferreira.

Segundo a irmã, a família de Ludovico já não tinha mais esperanças de reencontrá-lo. “Foram anos de busca e investigações, como nunca tivemos nenhum tipo de notícia, nós já tínhamos desistido de encontrá-lo. Na verdade achávamos que ele já havia morrido”, contou. Ludovico recebeu alta administrativa e já foi levado para a sua cidade natal, onde tem à sua espera seus pais e 25 irmãos.

Ludovico usava o nome de Luciano, vivia como morador de rua em Juazeiro e ainda não havia sido encaminhado para uma casa de apoio porque está sem andar. “No caso de moradores de ruas ou pacientes desorientados, como no caso de Ludovico, são realizadas entrevistas minuciosas com intuito de levantar todas as informações possíveis destes pacientes para que eles tenham um destino seguro após a alta médica. Aos poucos, em seus relatos foi surgindo o nome da cidade de Paulo Afonso, o que nos deu mais um direcionamento para continuarmos a busca. A colaboração da imprensa também foi imprescindível na solução do caso, já que podemos contar sempre com as divulgações de fotos e informações”, ressalta a coordenadora do Serviço Social do HRJ, Kátia Carreiro.

Kátia explica ainda que o trabalho da equipe de Assistentes Sociais do HRJ tem como objetivo criar condições para que o usuário desenvolva sua capacidade crítica enquanto sujeito de direitos. “Através de investigação e parcerias com as redes sócioassistenciais, trabalhamos resgatando a reconstituição dos vínculos familiares, contribuindo para retomada da relação social do cidadão, a qual muitas vezes apresenta-se fragilizada ou inexistente”, esclarece Kátia.

Assessoria de Imprensa

Hospital Regional de Juazeiro

Blog do Banana

Deixe seu comentário