Museu do Sertão é palco para Workshop de guitarra baiana

No último sábado (31), o Museu do Sertão contou com uma programação especial. Além de prestigiar a exposição permanente, o público do museu pôde se deliciar com o som da guitarra baiana ecoado pelos corredores do espaço ou participar de um workshop do instrumento, que atraiu músicos e artistas da cidade.

Facilitada pelo músico Marcelo Novaes, o workshop possibilitou aos participantes aprender um pouco mais sobre a guitarra baiana e apreciar sua execução. “O instrumento, apesar de antigo, é pouco conhecido e pouco utilizado na cidade. Assim, a oficina contribuiu para ampliação do conhecimento de seus participantes”, declarou o produtor da atividade, Joci Staley.

Constituindo o programa de contrapartidas da Secretaria de Cultura, o wokshop foi executado pela Banda Andranjos que, em janeiro deste ano, recebeu apoio da Prefeitura de Petrolina para participar do Festival Palco do Rock em Salvador-BA, evento realizado desde 1994, que tem se tornado referência, quando o assunto é Festival de Rock no Brasil.

De acordo com o músico da cidade que participou da oficina, Maércio José, a iniciativa representa um modelo interessante para constituição de parcerias entre o poder público e os produtores culturais. “Apesar da necessidade de alguns ajustes, este modelo aponta para preocupações necessárias, como o incentivo à produção local, a oferta de formação continuada e a previsão de contrapartidas dos produtores e artistas que recebem apoios. O que direciona as ações da Secretaria de Cultura para a gestão de políticas públicas, não para execução de eventos”, concluiu.

Buscando a consolidação da Secretaria de Cultura de Petrolina, a secretária Roberta Duarte pontuou a importância do sucesso na execução de projetos-pilotos. “Estamos no processo de construção das estratégias que possibilitem uma gestão alinhada às perspectivas das políticas públicas culturais. A cada projeto realizado, temos testados diferentes mecanismos. A concretização de um programa de contrapartidas, por exemplo, ampliará a abrangência de nossas ações, contribuindo na constituição das condições necessárias para o pleno desenvolvimento do cenário artístico e cultural de Petrolina”, afirmou.

Texto: Quercia Oliveira

Foto: Hélio Lima

Blog do Banana

Deixe seu comentário