Petrolina defende construção de Arena de Esportes e valorização dos seus atletas

Para acompanhar o crescimento do município e visando receber uma das seleções da Copa do Mundo em 2014, Petrolina prepara-se para oferecer estrutura necessária para ser uma das cidades com Centro de Treinamento de Seleções (CTS). Após a elaboração da proposta, hoje (03), a Câmara de Vereadores discutirá em plenária o assunto que conta com o apoio do Poder Executivo para a construção da Arena de Esportes.

Buscando uma vaga para tornar-se um CTS, o município defende a proposta de venda do Estádio Paulo de Souza Coelho que, ao mesmo tempo, deverá ainda continuar sob administração com parcerias municipais, estaduais e federais. “Com a alienação do Estádio, conseguiremos recursos necessários para a construção de uma arena multiuso. A meta é dispor de inúmeras ferramentas que a cidade hoje precisa, mas ainda não tem. Além de todos os benefícios gerados para a Copa, o equipamento será ainda um patrimônio permanente da população de Petrolina”, justificou o Secretário de Esportes, Ailton Guimarães.

O Projeto de Lei 002/2012, que passará por apreciação da Câmara de Vereadores, possibilitará ao município a aquisição de um espaço com estrutura necessária para garantir conforto e atender as finalidades da população. Entre os critérios exigidos pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), os municípios com pretensões à CTS devem dispor entre outros 103 itens, de aspectos como boa arquitetura, engenharia e estrutura de salas como de musculação, fisioterapia e piscina, até as condições dos gramados. As distâncias entre os campos, hotéis e aeroportos também pesam na decisão.

Inicialmente, a proposta é que a Arena de Esportes seja construída próxima ao Aeroporto Senador Nilo Coelho e deverá dispor de 15 mil lugares nas arquibancadas, além de toda a estrutura de arena multieventos.

Texto: Juciana Cavalcante

Blog do Banana

Deixe seu comentário