Cai número de homicídios no trimestre em PE

A Secretaria de Defesa Social (SDS) registrou no primeiro trimestre de 2012 uma redução no número de homicídios em Pernambuco quando comparado ao mesmo período dos anos anteriores. De acordo com balanço divulgado ontem pela pasta, houve 863 mortes nos três primeiros meses deste ano, enquanto que em 2011 foram contabilizados 956 homicídios e em 2010 ocorreram 959 mortes. Apenas no mês de março, a diminuição foi da ordem de 13,9%, o que aponta o período como o melhor desde 1996.

A SDS registrou 290 vítimas de crimes violentos letais intencionais (CVLI) no mês passado, 43 a menos do quando comparado ao mesmo mês de 2011, quando foram registrados 333 mortes. De acordo com a Secretaria, o programa Pacto Pela Vida é uma política permanente de segurança pública que, mensalmente, aprimora os processos de acompanhamento, diagnóstico, avaliação e combate à criminalidade.

A redução não para apenas no mês de março. Segundo o registro da SDS, é a primeira vez na história que o quantitativo de homicídios fica inferior a 300 casos por dez meses consecutivos. Em dezembro de 2006, foram 457 assassinatos registrados, mas os valores caíram consideravelmente a partir de 2008. Daquele ano até agora, em cada primeiro trimestre dos anos foi registrado um número menos de ocorrências. O pior primeiro trimestre foi o de 2007, quando os homicídios foram acima de 400 casos por mês.

Ainda de acordo com a Secretaria de Defesa Social, desde a implantação do Pacto pela Vida, o Estado conquistou uma redução em 31,7% na taxa de CVLI. No Recife, a redução foi ainda mais relevante. A Capital pernambucana registrou uma diminuição de 42,8%. A Região Metropolitana do Recife (RMR) teve uma queda de 35,1%; a Zona da Mata, o Agreste e o Sertão ficaram com 23,9%, 20,6% e 25,8%, respectivamente, de diminuição.

Para o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, os índices são a consolidação de uma trabalho realizado em parceria, que demonstra o esforço do Governo do Estado e das instituições que combatem a criminalidade. O gestor ressaltou que não se pode garantir a segurança da população sem a ajuda de todos. “A Secretaria de Defesa Social avalia que o resultado positivo neste primeiro trimestre é fruto de um esforço concentrado dos órgãos operativos da SDS e das entidades parceiras, como Ministério Público, Tribunal de Justiça e Sistema Prisional”, pontuou o secretário por meio de nota à Imprensa.

Fonte: Folha-PE

Blog do Banana

Deixe seu comentário