Planalto confirma escolha de Brizola Neto no Ministério do Trabalho

O Palácio do Planalto anunciou, nesta segunda-feira (30), o nome do novo ministro do Trabalho: Brizola Neto. A informação já tinha sido divulgada pelo líder do PDT na Câmara e vice-presidente da legenda, deputado André Figueiredo (RJ).

Segundo ele, a decisão foi tomada depois de uma reunião, pela manhã, entre Dilma, o ex-ministro do Trabalho e presidente do PDT, Carlos Lupi, e o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

Em nota, a Secretaria de Comuniação Social da Presidência diz que a presidente confia que o deputado “prestará grande contribuição ao País”. Dilma agradece ainda o trabalho de Carlos Lupi e do ministro interino Paulo Roberto dos Santos Pinto.

A pasta ficou sob o comando de Paulo Pinto, ex-secretário executivo do ministério, desde o fim de dezembro. Ele assumiu o lugar de Lupi, que teve de deixar o cargo depois de denúncias de irregularidade em contratos com ONGs (organizações não governamentais).

Na lista de cotados para o posto, além de Brizola Neto, estavam o deputado Vieira da Cunha (RS) e o secretário-geral do partido, Manuel Dias. Esses dois eram a preferência do partido.

Veja a íntegra da nota:

“A presidenta da República, Dilma Rousseff, convidou hoje o deputado Brizola Neto para assumir o Ministério do Trabalho e Emprego. A presidenta manifestou confiança de que Brizola Neto, ex-Secretário de Trabalho e Renda do Rio de Janeiro, ex-vereador e deputado federal pelo PDT, prestará grande contribuição ao país.

A presidenta agradeceu a importante colaboração do ex-ministro Carlos Lupi, que esteve à frente do Ministério no primeiro ano de seu governo, e do ministro interino Paulo Roberto dos Santos Pinto na consolidação das conquistas obtidas pelos trabalhadores brasileiros nos últimos anos.”

Perfil

Carlos Daudt Brizola, mais conhecido como Brizola Neto, nasceu em Porto Alegre, mas fez a carreira política no Rio de Janeiro. Filiado ao PDT desde 1997, ele foi eleito vereador do Rio em 2004. Na eleição seguinte, em 2006, consegui uma vaga na Câmara dos Deputados, onde já está no segundo mandato.

Em 2011, Brizola Neto se licenciou para exercer o cargo de Secretário de Trabalho e Renda do Rio de Janeiro. Com 33 anos, ele será o ministro mais jovem da Esplanada.

Fonte: R7

Blog do Banana

Deixe seu comentário