Prefeitura cadastra mais de 80 mil famílias para o Petrolina Cidadã

A prefeitura de Petrolina tem buscado desenvolver ações que têm como foco as famílias em situação de vulnerabilidade social. Por isso, em parceria com o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o Instituto Federal de Ensino Superior Técnico (IFET) e entidades do Terceiro Setor, a prefeitura lançou o Petrolina Cidadã.

Com o auxílio dos 532 agentes comunitários de saúde do município, o programa está cadastrando cerca de 80 mil famílias do município para identificar aqueles que vivem em situação de extrema pobreza, cuja renda per capita é igual ou menor que R$ 70. “Até a segunda semana deste mês, mais de 48 mil cadastros chegam à sede do programa. As famílias cadastradas estão sendo selecionadas por faixa de renda e esses dados serão utilizados em todos os programas sociais disponíveis”, explicou o coordenador do programa Petrolina Cidadã, Julio Costa.

As famílias selecionadas serão inseridas em programas sociais como Bolsa Família, Projovem, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil e, posteriormente, capacitadas para sua inserção no mercado de trabalho, tanto na iniciativa privada ou no seu próprio negócio. Na próxima etapa do programa serão realizadas as inscrições para os cursos ministrados pelo Sistema S (Sest/Senat e Senai), onde o responsável familiar, identificado em situação de extrema pobreza, será capacitado com caráter profissionalizante.

Vale destacar que o Petrolina Cidadã ainda estimulará o associativismo, através do Banco do Empreendedor de Petrolina, programa que possibilita o acesso ao crédito orientado, ágil e desburocratizado para os pequenos empreendimentos, fruto da parceria entre a Prefeitura e a Agência do Crédito.

Texto: Carol Souza

Blog do Banana

Deixe seu comentário