Autoescolas registram atraso na chegada dos simuladores no Sertão

imageAs autoescolas do Brasil tiveram que adquirir obrigatoriamente simuladores para aulas de condução de automóveis. Em Petrolina, no Sertão pernambucano, os equipamentos já foram adquiridos, mas ainda não chegaram e a previsão é que apenas em maio. Com a aquisição do simulador, as autoescolas também estão prevendo um reajuste em torno de 30% no preço da habilitação, da categoria B, autorização para dirigir carros.

Segundo o presidente do Sindicato das Autoescolas de Petrolina, Alcivan Fernandes, cerca de 14 proprietários de autoescolas se reuniram para fazer a compra dos simuladores. “O preço de equipamento foi de R$ 33 mil. Com essa compra, vamos ter que fazer um reajuste de preço. Aqui em Petrolina estamos conversando a respeito, a ideia é que as cinco aulas custem em média 270 reais”, explica.

Alcivan disse ainda que os proprietários vão cumprir todas as exigências do Detran sobre a presença contínua de um instrutor capacitado, técnico e além do local específico para abrigar o equipamento.

De acordo com a diretora de uma autoescola do município, Iracema Gomes, além do valor do simulador de R$ 33 mil as autoescolas terão que pegar mensalmente o valor de R$ 1,750 mil pelo software do equipamento. (G1)

Blog do Banana

Deixe seu comentário